25-27 octubre 2017
Dos Sedes: Aulario "José Luis Massera" / Aulario Área Social y Artística
UTC timezone
Están disponibles las plantillas para presentaciones orales y pósteres :: Cronograma Final Disponible
Inicio > Timetable > Session details > Contribution details

Contribution Presentación oral

Transformación de la enseñanza

O docente universitário: algumas discussões sobre a identidade e a formação pedagógica

Oradores

Autores principales

Coautores

Contenido

Michel Hallal Marques Universidade Federal de Pelotas michelhallal@yahoo.com.br

Beatriz Maria Atrib Zanchet Universidade Federal de Pelotas biazanchet@gmail.com

O presente estudo tem como objetivo compreender, a partir das vozes dos bacharéis que ministram aulas de matemática no Centro de Engenharias da Universidade Federal de Pelotas, como eles se constroem e se identificam docentes do Ensino Superior. Parte-se de um pressuposto que o professor traz para a sala de aula uma vasta experiência adquirida por meio de estudos e pesquisas ou ainda pelo exercício de outra profissão, mas não sabe compartilhar este conhecimento com seus alunos, desconhece práticas e recursos voltados ao compartilhamento do saber, tornando assim sua experiência profissional oriunda de outra atividade em uma variável quase nula no exercício da docência. Os professores do ensino superior, não raro, são advindos de outras profissões, como por exemplo, médicos, engenheiros, físicos. Parece ser consenso, nessa lógica, que a identidade do professor universitário é dada pela especificidade do conhecimento da profissão de origem. Poucas vezes os professores se identificam como professor de física, etc. Já em seus consultórios, escritórios e outros, geralmente se identificam também como professores universitários, pois a titulação "professor universitário" lhe atribui uma clara valorização social. A educação superior, a partir da sua construção pedagógica é apresentada como um ato complexo, desde processos de esforços com questões de necessidades formativas até mesmo para se adaptarem à metodologias e objetivos institucionais. Enfim, o papel do docente e a sua atuação precisa de uma formação pedagógica que lhe permita, através de suas práticas, e valorizar os conhecimentos, capacidades, atitudes, e intenções adequadas ao exercício da profissão de um professor reflexivo. Os dados serão obtidos através de entrevistas semi-estruturadas, aplicadas a uma amostra de 08 (oito) professores dos cursos que compõem o Centro de Engenharias da UFPel. As respostas obtidas e o referencial teórico utilizado para a escrita do projeto se baseia nos estudos de Zabalza (2004), Cunha (2003), Pimenta e Anastasiou (2014), entre outros. A partir dos resultados que serão obtidos, espera-se entender que os professores que atuam no ensino superior, mesmo tendo formação Stricto Sensu (Mestrado e/ou Doutorado), os mesmos não são preparados para atuarem como docentes e enfrentarem os desafios que a profissão apresenta.

Palavras-chave: Identidade docente; Formação pedagógica; Ensino Superior.

Referências:

Cunha, M.I. (2003). O bom professor e sua prática. Campinas, SP: Papirus.

Pimenta, S. G.; Anastasiou, L. G. C. (2014). Docência no Ensino Superior. Lisboa: Cortes.

Zabalza, M.A. (2004). O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Trad. Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed.