25-27 octubre 2017
Dos Sedes: Aulario "José Luis Massera" / Aulario Área Social y Artística
UTC timezone
Están disponibles las plantillas para presentaciones orales y pósteres :: Cronograma Final Disponible
Inicio > Timetable > Session details > Contribution details

Contribution Presentación oral

Transformación de la enseñanza

Concepções pedagógicas de docentes universitários: desafios e possibilidades para pensar o ensino de biologia

Oradores

Autores principales

Coautores

Contenido

Observa-se, no ensino de biologia, que frequentemente alguns conteúdos têm ficado aquém das discussões que poderiam proporcionar aos estudantes uma formação mais crítica e reflexiva sobre algumas questões presentes na sociedade contemporânea. A teoria da evolução (TE) é um desses conteúdos, pois perpassa todos os saberes desenvolvidos em biologia, unindo áreas do conhecimento que antes não dialogavam, funcionando como um fio-condutor dos saberes dessa área. Percebemos que tal conteúdo enfrenta diversas dificuldades para seu desenvolvimento, podendo ser questões de ordem religiosa, filosófica, ideológica e epistemológica (OLEQUES, BARTHOLOMEI & BOER, 2011), as quais impactam diretamente no seu ensino e na formação de professores. Outras questões parecem ser os desafios enfrentados pelos docentes formadores quando ensinam futuros professores dado a sua formação de origem, muitas vezes, não contemplar formação pedagógica, e talvez essa condição os force a fazer escolhas para ensinar que, em alguns casos, possam deixar de contribuir para a formação mais crítica dos futuros professores. Nesse sentido, compreender as concepções pedagógicas sobre o ensino de biologia de docentes universitários que formam professores de biologia é o foco desta pesquisa. O objetivo é compreender as concepções, desafios e ações que estão presentes nas expressões e práticas dos docentes formadores quando ensinam futuros professores, para perceber em que medida alguns conteúdos têm mais destaque do que outros (TE, por exemplo) no ensino que desenvolvem. Entendemos que os formadores de professores são, em grande medida, responsáveis pela síntese de conhecimentos que podem contemplar, ou não, discussões mais aprofundadas no período da formação. A pesquisa conta com docentes do curso de licenciatura em biologia que respondem a uma entrevista semiestruturada, que contempla questões sobre as concepções pedagógicas, questões ligadas às ações em aula e questões sobre os saberes da formação. Além disso, os documentos que norteiam a constituição do curso, como o projeto pedagógico e o plano de ensino das disciplinas, dentre outros, servem de base para análise e sustentação das reflexões. A ideia é que os resultados faça avançar a reflexão sobre o papel crucial de alguns conteúdos de biologia tais como a TE como paradigma central do conhecimento nessa área do saber. Tal afirmação encontra respaldo na maioria dos documentos norteadores da educação básica no brasil, entretanto a academia ainda não fornece o devido respaldo teórico aos licenciados egressos dos cursos de biologia. Entende-se que é importante que os futuros professores desenvolvam concepções que os ajudem a preparar suas aulas a partir da articulação de conhecimentos da biologia, podendo ter a TE como suporte, a partir de sua formação e vivências no curso de licenciatura.

Bibliografia

BARDIN, L. (2011) Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

OLEQUES, L. C., BARTHOLOMEI, M. L. & BOER, N. (2011) Evolução Biológica: percepções de professores de biologia. Revista Electrónica de Enseñanza de Las Ciencias, 10(2), 243-263.